Poesia para despertar Sophia

Poemas inspirados em vivências filosóficas



"Procura a satisfação de veres morrer
os teus vícios antes de ti." (Sêneca)

Tendo vivido sob a égide de Atena,
sob esta mesma imagem, hoje, eu repouso.
Sobre esta terra em que o meu corpo pouso,
peço que o sono seja só o suficiente,
nada mais,
para afiar e renovar minha alma ardente,
e renascer na terra entre os meus iguais...
Pois os filhos de Atena,
do poderoso Zeus, da Métis, tão serena,
encontram na ação prudente a sua paz.
Para o descanso, quero ter um só momento,
e pouca sede levo ao rio do esquecimento,
guardo  a missão, que não se perderá jamais.
Para os que amo, a certeza e a segurança:
o amor real é pacto sólido, aliança
que o fio contínuo, vida e morte, só valida.
E aos que eu não conquistei amar ainda,
quando esta forma me abandona e a vida finda,
firmo, em nome da Unidade, um compromisso:
ainda que haja um precipício de egoísmos,
Trabalho, Amor, Vontade sempre vencem abismos...
Hei de tornar à terra e trabalhar por isso.

5 comentários:

Poesia maravilhosa. Obrigada por compartilhar conosco suas vivências filosóficas.

Laís Theodoro

obrigada Lucia pelo compromisso com nossa alma

Olá, Visitando você, adorei o seu BLOG. Adoro ler um bom livro e o conteúdo do seu blog me agradou tanto que estarei , de agora em diante, aqui por perto só para ver as suas novidades.Tenho um BLOG novo e gostaria que você fizesse uma visitinha por lá. Abraços . NILDA http://oslivrosdaminhabiblioteca.blogspot.com.br/

fantastico!!! parabens

OBRIGADO

Postar um comentário

Publicações

Seguidores

Músicas



Ocorreu um erro neste gadget